Emília-Romanha/Regiões Italianas

Bolonha e suas torres medievais

Fontana di Nettuno

Bolonha, ou Bologna em italiano, é uma das mais antigas cidades universitárias da Itália e claro, lar de muitos estudantes que animam a vida cultural e social do local.

Localizada no Vale do Pò e conhecida por suas torres e suas longas arcadas e um centro histórico (um dos maiores da Itália) super preservado, Bolonha possui hoje quase 400.000 mil habitantes e é capital da província da Emilia-Romagna. Como curiosidade, é a sétima cidade italiana em população e é o coração de uma ” área metropolitana” com cerca de 1.000.000 habitantes.

A cidade, cujos primeiros assentamentos datam de pelo menos um milênio antes de Cristo, sempre foi um importante centro urbano, cultural e artístico, muito embora esse papel é muitas vezes difícil de ser reconhecido pela ausência de uma “obra-prima” de renome mundial que poderia atrair por exemplo, uma grande quantidade de turistas. Em contrapartida, a sua importância artística e monumental é baseada em um conjunto homogêneo de monumentos e importantes edifícios como as torres medievais, os palácios, as  igrejas antigas e sua principal praça, a Piazza Maggiore.

Piazza Maggiore

Na Piazza Maggiore encontramos a gótica e imponente Basílica de San Petronio construída entre 1390 e 1659. Em sua entrada, ela possui um portal decorado com relevos de Jacopo della Quercia, enquanto no interior encontramos algumas capelas extremamente decoradas. No corredor esquerdo, no chão, você pode observar o maior relógio de sol do mundo, projetado pelo matemático Giovanni Domenico Cassini em 1655.

Na Piazza Maggiore encontramos também a Fontana del Nettuno, obra de Giambologna, o Palazzo Comunale ( XIII e XV século ) e o Palazzo del Podestà, reconstruído em 1485 e que fica ao lado do Palazzo Re Enzo.

Na Praça de Santo Stefano encontra-se o complexo de Santo Stefano, também conhecido como as “Sete Igrejas” ou Le sete chiese por causa de sua notável articulação com muitas igrejas e capelas, todas ligadas por um pátio e um claustro.O núcleo original foi construído no século VIII sobre um templo pagão dedicado à deusa egípcia Ísis.A arquitetura é originalmente românica, apesar de algumas alterações realizadas posteriormente.Aqui foram mantidos até 2000 os restos mortais de San Petronio, quando foram transferidos para a basílica que leva o nome do santo, algumas capelas do complexo são dedicados aos italianos que morreram em conflitos mundiais.

Igreja de São Domingos (San Domenico)

De particular interesse são as igrejas de San Francesco do século XIII (embora tenha sofrido inúmeras mudanças no século XIX e também mudanças oriundas dos bombardeios da Segunda Guerra Mundial), o primeiro exemplo de gótico francês na Itália, e a igreja de San Domenico datada do século XIII, nesta encontramos a arca onde são mantidos os restos mortais do santo.O sarcófago foi construído entre 1264 e 1267 por Nicola Pisano. No interior da igreja é possível contemplar ainda algumas pequenas estátuas de Michelangelo.

As torres de Bolonha, de origem medieval, são um dos traços mais característicos da cidade. De acordo com a contagem feita por John Gozzadini no século XIX, contava-se com mais de 180 torres, um exagero comparando ao tamanho da cidade na época. Entre as torres sobreviventes podemos citar a Torre Azzoguidi (61 metros de altura), a Torre Prendiparte (59,50 metros), e as mais famosas, as Torres Asinelli e Garisenda.

As duas torres são os monumentos da cidade: a Torre degli Asinelli (com 97,20 metros, a torre inclinada mais alta na Itália) e a Torre della Garisenda (originalmente com 60 metros de altura, agora 48m), construídas a mando dos nobres Ghibelinos no século XII . Segundo os historiadores, a mais notável delas, a Garisenda, foi citada várias vezes por Dante Alighieri na Divina Comédia.

Piazza Cavour

Para quem quiser visitar a cidade, é possível chegar de trem partindo de várias cidades italianas e com várias categorias de trens que fazem o trajeto para Bolonha – Bologna Centrale, são elas:

Partindo de Milão – Milano Centrale (210 km):

  • Trem Regional, custa € 15,65 com duração de 2:50 hrs;
  • Freccia Brianca, custa € 32,00 com duração de 2:00 hrs;
  • Freccia Rossa (Alta velocidade), custa € 40,00 com duração de 1:00 hr.

Partindo de Roma – Roma Termini (380 km):

  • Intercity, custa € 40,50 com duração de 4:16 hrs;
  • Freccia Argento, custa € 56,00 com duração de 2:00 hrs;
  • Freccia Rossa (Alta velocidade), custa € 56,00 com duração de 2:17 hr.

Informações Úteis

  • Aeroporto – Aeroporto Guglielmo Marconi di Bologna  – 9 km a noroeste da cidade.
  • Estação de Trem – Bologna Centrale – Piazza Medaglia d´Oro.
  • Informações turísticas – Aeroporto, Piazza Maggiore, Stazione Centrale
  • Site da cidade: www.bolognawelcome.com
  • Compra de passagens de trem, clique aqui!

GALERIA DE FOTOS by JEAN PONCHIROLI

Anúncios

10 pensamentos sobre “Bolonha e suas torres medievais

  1. JEAN
    O seu blog “Guia da Itália”, não padece nenhuma dúvida, é muito interessante, na medida que traz informações e comentários a respeito de lugares (praças, igrejas, etc.) da nostra bella Itália. Parabéns! Um grande abraço .

    • Henry,
      Atualmente vivo no Brasil… e a vida na Itália não é barata, gasta-se muito com aluguel, dependendo de onde você for morar. Para uma feira de 4 a 5 dias, recomendo um HOSTEL, caso você esteja procurando acomodação com preços justos!
      Abraços

  2. conhecia apenas Bologna por fora,sempre tinha desejo de conhecela, depois desde blog e pesquisando um pouco desta bela cidade agora é que a vontade veio florar, espero receber mas informações, dats de feiras, eventos, cinemas, gastronomias. parabens.

  3. Olá Jean. Estou indo a Itália para requerer minha cidadania. Como sabemos, a estadia é muito cara. Estou procurando um local para ficar durante 3 ou 4 meses, e este local tem que me fornecer a Inscrição anagráfica no comune. Você sabe me dizer se Hostels pode fornecer este documento? Se sim, tem algum site ou link de um hostel para me passar? Muito Obrigado!!

    • Thiago,
      Acredito que os Hostels não fornecem esse tipo de informação. Onde você irá requerer a sua cidadania?! Dependendo da cidade, acho que vale a pena você alugar um quarto (500 euros por mês) e ai sim, poder fazer o seu processo com tranquilidade.
      Se tiver interesse te passo alguns sites para vc pesquisar quartos.
      Abraços

      • A cidade para mim não tem problemas, estava pensando próximo de algum lugar que tenha algo para eu conhecer, pois acho que vou ter q ficar uns 4 meses lá…Perto de metro e trem, centro historico ou algo assim. Bologna me falaram que o processo anda mais rápido, mas outras pessoas disseram que em Pisa tb está rápido…
        O que vc acha? Passa o site para mim se der!!
        Grande abraço!

Deixe um comentário, quero ler sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s